quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Bem Querer...




O amor tem forma, tem cheiro, tem sabor.
O amor é o que nos leva a seguir adiante, é o nosso combustível constante.
O amor é a base dos poetas, é o alimento da humanidade, é o simples desejo... Sem maldade!
O amor é a forma mais plausível do céu, é doce, muito doce, talvez tenha gosto de mel.
Quando o amor é despido de censuras, amarguras e agruras, enfim torna-se puro, mas tão puro quanto um Querubim.
Esse amor que se tem de perto ou de longe, faz da vida um eterno flerte... Ah! Como é bom ver-te.
Tão simples, tão sério, tão afetuoso, esse meu amor é muito generoso.
Dei minha vida a ti, deste a tua para mim, em um gesto ambíguo de amor e saudade, ternura e novidade que assim arde meu coração que sempre tem, ao lembrar de ti, tamanha ansiedade.
Teus cabelos macios, tua pele, teu cheiro e teu abraço... Não preciso de mais nada, pois ao teu lado, sei que sou amada.
E assim vou vivendo com as anedotas que a vida me dá, tendo a certeza de que neste rio quero me molhar, seja como for, e assim morrer de amor!



sábado, 29 de julho de 2017

O simples nos leva longe...

A simplicidade é tudo o que precisamos...
O simples não precisa de luxo, não precisa de status, não precisa de muito para viver.
O simples se agrada com a flor que desabrocha, com o orvalho da manhã, com o beijo na testa.
O simples acha graça na vida, vê o pôr-do-sol como uma grande poesia, ele se encanta com as nuvens em formas de coração.
Que possamos ser simples, pois assim vamos poder apreciar cada canto dos pássaros, cada mergulho no mar, cada beijo roubado, cada chance de amar.
Como é bom sentir o frio na barriga cada vez que se olha para o amado, como é bom esperar a tarde toda para vê-lo...
A presença dele me completa, e me faz esquecer que, lá fora no mundo, existe tanta maldade e desamor.
Sinto como se realmente não pertencesse a lugar nenhum, só estou bem quando estás ao meu lado, neste amor sincero, claro e simples.
Não sei quando meus dias vão acabar, quando a morte vai chegar, mas tenho certeza de que o legado do amor eu vou deixar!



segunda-feira, 24 de julho de 2017

PERDAS...

A vida é feita de perdas...
Perdemos a inocência da criança que fomos, 
Perdemos amigos que a vida vai separando.
Perdemos a fé nos bons atos das pessoas.
Perdemos o estímulo de viver cada dia que nos é dado.
Tentam tirar de nós o sorriso que carregamos, as pessoas que amamos e o sentido que nos dá vida.
Os lobos estão lá fora, prontos para me devorar!
Tenho medo sim! 
Mas quem é comigo de verdade , estará  enfrentando cada obstáculo e sacudindo a poeira dos pés ao meu lado.
Os inimigos estão à solta e querem me derrotar... Mas o que eles não contavam é que eu não desisto fácil!
Como diz a canção: "os cães farejam o medo, logo não vão me encontrar", e digo mais uma coisa: sou teimosa, sou guerreira, sou mulher.
E não vai ser qualquer coisa que vai abalar a minha fé!




quinta-feira, 20 de julho de 2017

Só eu sei...

       Se me perguntam o por que eu não desisto, respondo que sou teimosa e que não aceito derrotas... Mas sei a hora de parar e começar de novo.
Quantas vezes a vida me empurrou para o abismo e me obrigou a parecer fraca... Me espancou e me jogou na solitária. 
    Quantas vezes as situações do caminho me amordaçaram e me impediram de falar.
    Quantas vezes o sorriso deu vez ao choro e meus olhos mareados não aguentavam ficar abertos de tanta tristeza.
    Sim...Sou uma sobrevivente de um mundo de mentiras e demagogias. 
     De um  mundo que não merece meu coração, que não merece meu sorriso nem minha amizade.
     O que eu encontrei nos caminhos que percorri, não consigo nem descrever... Foram tantas decepções, tantas angústias e tanta falsidade que cheguei a pensar que não valia mais à pena estar aqui.
    Foi quando olhei para dentro de mim e vi...
    Vi que eu sou mais forte do que pareço...
    Vi que as pessoas que me decepcionaram precisam de fé...
    Vi que as tristezas do mundo querem me engolir, mas posso enfrentá-las...
    Vi que o sentido de tudo estava na minha pessoa e não na pessoa do outro...
    Eu posso! Comecei a repetir para mim mesma.
    Eu consigo! Comecei a perceber isso mesmo. Que se eu quisesse eu conseguiria de verdade.
    Eu confio! Comecei a perceber que se eu confiasse em mim mesma, em meus atos, em meu coração, todos a minha volta iriam notar minha confiança.
   Eu me amo! Sim... Esse foi o mais difícil... 
   Sempre tive complexo achando que o outro era mais que eu... Mas não! 
   Somos únicos, somos seres extraordinários, somos maravilhosos!!
   Então... Não deixe a vida roubar o que há de mais puro em você: sua essência.
   Você é tudo o que basta , não copie ninguém e não deixe que os outros digam quem é você. Seja a melhor metade de si mesmo!

3

domingo, 25 de junho de 2017

Ser por si só...

O que é a felicidade senão um instante efêmero que perdura na memória da gente...
A todos os que a buscam, parabéns por nunca desistirem dela.
Os dias cinzas chegam e com eles o anseio de ver um fim de tarde sereno e um dia mais ameno...
Sempre sonhei em estar em um dos quadros de Monet, nos arredores de Paris, tomando um café em alguma avenida cheirando a croissant.
O vislumbre dos meus sonhos estão mais vivos à maneira que envelheço... Doce ironia de uma vida que não precisa de freios.
Chega de freios, quero viver, quero sonhar mesmo sabendo que, talvez, nunca vá realizar.
Preciso sentir que o sangue corre nas veias de uma mulher que não tem medo, que se esconde atrás de um sorriso mesmo quando a alma está dilacerada.
Esta sou eu ... Minha alma exposta tal qual as pedras à beira mar, que apanham do mar enquanto vão ficando cada vez mais fortes.
Não.. não tenho medo, não tenho receio de dizer que amo, de sentir o gosto do perigo cada vez que algo novo aparece... Errada ou certa vou seguindo assim meu caminho, que como um passarinho, é cheio de canções e ninhos, de penas e rodamoinhos, feitos pelo vento, com carinho.
Esta sou eu...Bárbara Bella Falleiros de Albuquerque Prado!
Sou mulher, sou menina, sou palhaça neste  espetáculo bom ou ruim, mas que, eu mesma, aplaudirei até o fim!


domingo, 28 de maio de 2017

O amor é mesmo engraçado...



Quem é você que corre nas minhas veias e me chama pra dançar?
Quem é você que em encontros e desencontros, sempre acha um jeito de me achar?
Quem é você que se torna vento e some sem contento?
Quem é você que me toma pela mão e arranca, sem dó, todo o meu coração?
Oh meu"  Sinhô " , não se avexe não, pois toda represa tem correnteza e toda mão que dá, recebe, todo aquele que se entrega, ao fundo do poço desce e depois desaparece...
É assim a vida dos amantes, pois de uma hora para outra, vagam errantes em um caminho quase inebriante...
Eu sou assim, amo muito e amo a todos, amo o pobre e o rico, o saudável e o doente, e por vezes descontente, tento entender a mente dessa gente careta e carente.



sexta-feira, 19 de maio de 2017

Emoção despida



Sei que tudo é efêmero e que muitas vezes somos estúpidos em acreditar.
Sei que o mundo gira e giramos com ele como uma roda gigante sem fim.
Sei que nem sempre as coisas acontecem na hora certa, então vagamos como que sem destino.
Sei que muitos caminhos me afastam de ti, mas quero que me aproximar mais.
Tantos desencontros, tanta coisa que não vivemos que sinto saudades do inexistente
Como em filmes antigos, vejo minha vida muitas vezes em preto e branco, mas lá vem você trazer o colorido que necessito.
Sabiamente me despe e me surpreende , me chama e some.
Aparece outra vez e de novo faz comigo o que o meu coração deseja e sonha.
Você é minha fuga, meu caminho de calor nos dias de frio.
Acende a chama gasta, abrilhanta os meus passos e me mata com um simples olhar.
Ah! Se você soubesse o que faz comigo cada vez que sorri, que me olha e que me chama outra vez.
Felicidade é te ver, alegria é te sentir e o melhor da vida é te amar...